Fez dia 22 de Maio)precisamente 4 anos que a palavra AVC faz parte da minha vida.

A medicação que tomo não me deixa esquecer o pior dia da minha vida. Era um dia normal como todos os dias, saí de casa para ir levar meus filhos a escola e de seguida ir para o meu trabalho.

Publicidade

Passado meia hora de ter deixado meus filhos na escola fiquei perdida sem saber onde estava quem era, 5 dias sem memória.

Isto para mostrar amigos ninguém está livre de nada por isso digo deixem se de rivalidades, sejam mais amigos uns dos outros, ajudem se. Não deixem nada para o depois,pois esse pode não chegar. Tive muita sorte óbvio que de a 4 anos para cá houve muitas mudanças, medicação, muitas coisas que não posso fazer, comer,Tive de me adaptar à minha nova forma de ser e estar.Sei que há muitos que dizem teve 2 AVCs e corre, sim corro e hei de continuar a correr.

Um dos motivos de não ter ficado limitada fisicamente foi mesmo por correr. Praticar desporto quem puder é o melhor que fazem. Por agora estou cá espero continuar muito mais tempo pelos meus filhos família e amigos.

Não quero pena de ninguém, só servir de exemplo e ajudar outros a terem força de vontade para ultrapassar qualquer obstáculo que surja. Louca?? Muito mas feliz. Hoje é dia de eu festejar mais um ano. Cuidem se.

 

Sara Nunes