Correr sem fortalecer os músculos não é indicado. Entenda as razões de unir musculação e corrida. Antes de sair a correr por aí é necessário fortalecer os músculos para que as articulações não sejam prejudicadas. E não só para isso. Aliar musculação e corrida durante os treinos é uma das principais maneiras de evitar lesões, emagrecer e melhorar a performance da corrida.

Quer outros motivos? A partir dos 30 anos, homens e mulheres começam a perder massa muscular, mas a musculação impede esse processo. Músculos fortes também servem como um protector para o nosso esqueleto. Quando você pratica musculação e corrida você também diminui as hipóteses de desenvolver a osteoporose, já que levantar pesos aumenta a densidade dos ossos.

Unir musculação e corrida traz benefícios para o corredor na hora do treino também, porque o músculo fortalecido ajuda na corrida, ou seja, o atleta precisa se esforçar menos para cumprir o percurso. A musculação trabalha vários grupos musculares e os movimentos de contracção muscular também aumentam a flexibilidade. Os resultados de um bom treino de musculação aliado à corrida são ossos mais fortes, músculos mais fortes, flexíveis e menos lesões, além de um corpo mais definido.

Especialistas recomendam incluir duas a três sessões de musculação por semana, necessárias para preparar a musculatura para o impacto da corrida. Os músculos das coxas (tanto anteriores quanto posteriores), panturrilhas, glúteos, músculos lombares, das costas e abdômen devem ser os principais focos da atividade.

Fonte:
Ativo