Às vezes, truques simples podem ajudá-lo a correr com mais eficiência e menos esforço. Por exemplo: a respiração é um aspeto normalmente esquecido da técnica de corrida. A razão é óbvia: é uma atividade tão natural e automática que não pensamos que deva ser melhorada ou considerada. Apenas fazemos, sem pensar nisso.

Respirar corretamente, por outro lado, é uma maneira muito simples de reduzir a carga de fadiga e evitar a desagradável condição de ficar sem fôlego. Além disso, os melhores resultados não podem ser alcançados se você não cuidar com muito cuidado como o nosso corpo se abastece de oxigénio: por outro lado, sem adquirir o suficiente, ele não poderia alimentar os músculos envolvidos na corrida, portanto, quanto mais pode fazer com cuidado e completo, melhor. Literalmente para tudo!

EM PRIMEIRO LUGAR
Por mais automático e fácil que seja, respirar adequadamente é bastante raro. O problema mais comum é que usamos a nossa capacidade pulmonar de forma reduzida, ou seja, enchemos apenas parcialmente os pulmões. Porquê? Por pelo menos dois motivos: não sabemos respirar bem e muitas vezes ficamos ansiosos e um sintoma de ansiedade é a falta de ar, ou seja, a sensação de não conseguir encher os pulmões completamente. As causas da falta de ar estão geralmente relacionadas ao estado emocional.

Desde os tempos antigos – isto é, quando éramos presas e não apenas predadores – a constante sensação de perigo estava involuntariamente associada à atitude de fuga: para escapar, de fato, respira-se mais pesadamente e se concentra na fuga e nada mais. Hoje não fugimos mais de nenhum animal feroz, mas nossa mente continua a associar a respiração difícil à ansiedade.

Porém, é possível respirar melhor e fazer exercícios simples pode-te ajudar muito.
Antes de começar, no entanto, é importante ter em mente duas coisas:
1. Deve respirar a encher e esvaziando os pulmões o máximo possível, aplicando a chamada respiração diafragmática, que permite o uso pleno da capacidade pulmonar
2. É aconselhável respirar pelo nariz (tanto na inalação quanto na exalação) porque o ar que por ele passa é purificado pelo filtro natural que é o nariz e no inverno aquece mais, chegando aos pulmões após um longo trânsito pelo roto quente, colocando-os sob menos estresse.

Porém, nem sempre é possível respirar pelo nariz, principalmente quando o ritmo acelera e a “falta de oxigénio” se torna importante: respirar pela boca permite, portanto, inspirar mais em menos tempo. No entanto, pelo menos em baixas rotações, é uma boa regra usar apenas o nariz.

 

ALGUNS CONSELHOS ÚTEIS
Da próxima vez que você correr, pense nessas dicas. Gradualmente, deixará de fazer isso porque se tornará automático respirar assim.

1. LEMBRE-SE DE RESPIRAR
Bem, sim: sob esforço ou quando está particularmente concentrado, pode acontecer de prender a respiração. Você realmente não se esquece de fazer isso, pois tende a não encher completamente os pulmões de ar. Então: respire!

2. RESPIRE ANTES E DEPOIS DO TREINO
Em vez de apenas fazer isso direito durante o aquecimento, comece a inspirar e expirar profundamente como se você estivesse a correr (no mesmo ritmo) imediatamente durante o aquecimento para acelerar a frequência cardíaca. E continua mesmo depois, mas para diminuir a velocidade!

3. USE o seu NARIZ
Já falamos sobre isso antes: use apenas o nariz para respirar o máximo possível.

4. RITMO!
Existem discussões intermináveis ​​sobre qual é o melhor ritmo respiratório para manter durante a corrida. Para simplificar, pode relacionar isso à velocidade:

Corrida lenta, ritmo 3: 3, ou seja, inspire a cada 3 passos e expire a cada 3 passos
Corrida média, ritmo 2: 2, ou seja, faça a cada duas etapas
Corrida rápida, ritmo 1: 1, quero dizer … adivinha?
5. RESPIRAÇÃO DIAFRAGMÁTICA
Acostume-se a usar a barriga para respirar, ou seja, o diafragma. Só assim conseguirá maximizar a sua capacidade pulmonar e ter o oxigênio necessário para os seus músculos. Não faça só correndo, mas sempre treine até que seja automático: até no trabalho ou esperando alguém fora do restaurante, por exemplo.

6. PRATIQUE RESPIRAR BEM
Aqui está um exercício de respiração simples para fazer sempre e apenas com o nariz:

Faça um ciclo de respirações lentas estruturado da seguinte forma: 5 inalações de duração única de 5 segundos, cada uma seguida por 5 exalações de mesma duração
20 respirações diafragmáticas rápidas
Conclua com dois ciclos de respiração (inspiração + expiração) realizados o mais lentamente possível

Respirar é essencial para correr bem, fazê-lo melhor fará com que corra com menos esforço e com mais eficiência.