Quem percorre os quilómetros por si próprio tende a personificar o lema “quem corre por gosto não cansa”. Não só a prática frequente desta atividade proporciona merecidos momentos de lazer, como é benéfica para a manutenção de uma mente sã em corpo são. Em simultâneo, proporciona a oportunidade de partir à aventura para fora da área de conforto, resultando na descoberta de locais, pessoas e momentos memoráveis.

Este artigo menciona alguns locais onde a prática da corrida aparenta ganhar uma expressão muito própria. Para visitantes seguramente, mas para aqueles que destes pontos fazem lar, encontram- aqui motivo mais que suficiente para percorrer uns passos mais.

Lisboa

Correr no meio urbano é uma atividade única pelas suas condicionantes e envolvente. Cidades como Lisboa proporcionam aos apaixonados do atletismo um convite que rapidamente se torna viciante. Nos últimos anos tem sido dada maior relevância por parte do município na criação de espaços e condições próprias para a atividade, de forma a fazer da cidade um local cada vez mais apelativo para viver.

Onde outrora a presença quase exclusiva de automóveis impossibilitava a ideia, existem agora avenidas com espaço dedicado aos que desejam correr, bem como espaços cortados ao trânsito, aos quais se juntam inúmeros jardins. Desta forma, aqueles que gostam particularmente de viver no espaço urbano da capital encontram uma forma renovada de viver a cidade.

O amor dos Lisboetas pelo atletismo encontra exponente máximo nas várias provas nacionais e internacionais que ocorrem na cidade, nomeadamente, através da Maratona de Lisboa.

Bragança

Desde conceituadas provas de corta-mato a várias iniciativas locais que juntam o melhor de dois mundos: corrida e natureza, Bragança é um distrito com vários pontos a seu favor para os que não passam sem a sua corrida diária.

Desde logo apresenta-se como um dos distritos onde é mais acessível comprar casa, o que resulta na possibilidade de aqui usufruir de uma qualidade de vida invejável. Rodeado pela natureza e com um ritmo de vida muito apelativo, as horas passadas à descoberta dos segredos locais durante as suas corridas serão seguramente mais do que apenas revigorantes.

Santarém

O Ribatejo encerra encantos muito próprios, muitos dos quais agradarão à prática do desporto. Sendo caraterizado por espaços amplos e planos onde levar a cabo os seus momentos de relaxe, pode também desafiar a subida desde o vale do Tejo até ao topo da cidade.

Não se esgotando nesses fatores preponderantes, Santarém pisca o olho a possíveis futuros habitantes com preços verdadeiramente apelativos quando em comparação com outras regiões do país. Segundo dados recentes, o preço médio de venda situa-se nos €160.816.

Não pense, porém, que vai obrigatoriamente ter de correr sozinho nas suas saídas, pois a cidade revela uma considerável paixão pela modalidade. Daí resultam diversas provas locais de atletismo e até um movimento de corrida à noite pelas ruas da cidade que têm tudo para apelar ao futuro corredor Escalabitano (oriundo de Santarém).

Aldeia das Dez

Se existem cenários idílicos em Portugal, a Aldeia das Dez está seguramente próxima de tal definição. Num raio de inúmeros quilómetros, esta é uma zona do país onde os seus habitantes estão permanentemente rodeados de uma beleza natural singular e ar puro.

O sossego que aqui se vislumbra poderá não agradar a todos, mas representa um fabuloso local para correr sem grandes preocupações. Atravessar pontes de pedra entre aldeias de xisto ou descobrir trilhos centenários são uma atividade que parece oriunda de uma fábula, mas a qual está a uma distância bem real daqueles que a tal se propuserem.