Site icon Aminhacorrida ®

Cheguei aos 59 e comecei a correr.

Nunca é tarde para deixarmos o sedentarismo e apostarmos num estilo de vida mais saudável em qualquer idade.

O site “Aminhacorrida”, falou com Paulo Faria um Engenheiro eletrotécnico de telecomunicações e eletrónica de formação. Atualmente Key Account numa empresa de telecomunicações. 

Aminha corrida: O que o motivou a iniciar se na corrida aos 59 anos? Foi uma resolução de 2022?

PF: Há muito que tinha em mente este objetivo de começar a correr… Há cerca de 3 meses, uma colega de trabalho que muito estimo, que teve a grande proeza de conseguir tirar-me da zona de conforto. O desafio na altura foi participar na Corrida da Árvore. Lá fiz uns treinos muito básicos com muita dificuldade a nível muscular. Mais uma vez motivado pela minha colega criei um Grupo no WhatsApp, dedicado à atividade física. Desta vez fui eu a puxar por colegas meus para participar na prova, o que me motivou ainda mais. Foi uma bola de neve, no sentido positivo.

Acabei por participei na corrida e lá cheguei ao fim… nunca pensei. A partir daí foi continuar a treinar com regularidade e muito animo, junto com colegas meus com idades semelhantes à minha e que já corriam. Foi muito motivante e levou-me a puxar por mim próprio a fazer o impensável!  Dia 8 de Maio estava em cima da ponte a participar na prova Vodafone 10K. Foi uma experiência fantástica e que ficará sempre presente na minha memória.

Neste momento estou inscrito num ginásio para complementar a corrida com outros exercícios, e pelo menos 2 vezes por semana, correr cerca de 10km é obrigatório. Sinto-me melhor e melhoro corrida após corrida. Acabei por também ter cuidado na alimentação.

Só benefícios! 😊

Aminha Corrida: Qual os cuidados que teve antes de se iniciar nesta atividade?

PF: Antes de começar, agendei uma consulta médica com o meu cardiologista, que me receitou um ecocardiograma, uma eletrocardiograma com prova de esforço, e um Doppler às carótidas. 

Felizmente todos os exames mostraram que a condição física era boa.

Aminha Corrida:  Qual os benefícios que encontrou na corrida?

PF: A minha condição física teve uma melhoria substancial.

Cimentei e criei novas amizades.

Levanto-me mais cedo e com mais energia para vir trabalhar.

Vontade constante de chegar mais longe e cuidar da condição física com o avançar da idade, para me sentir bem comigo e com quem me rodeia. 

Agora é recuperar os anos que estive sentado….

Aminhacorrida: Qual a distância preferida? A corrida veio para ficar na sua vida?

PF: Para já sinto-me confortável com os 10 km. Mas pretendo chegar mais longe. É um caminho longo, mas não tenho pressa. Lá chegarei.

Definitivamente a corrida é para ficar 😊

Aminhacorrida: Investiu em equipamento adequado?

PF: Para ser franco, mais ou menos. No entanto no próximo mês vou investir nuns bons ténis. O que tenho do restante vestuário serve para a minha atividade atual, mas pretendo alargar o vestuário em quantidade e qualidade.

Aminhacorrida: Como é a sua rotina alimentar? 

PF: Tomo um pequeno almoço forte em proteína, acompanhado de chá verde (sem açúcar).

Tenho o cuidado que já tinha antes, mas agora mais, em almoçar de garfo e faca e ao jantar não passar de sopa e fruta. Um bolinho lá vai de vez em quando…

Para já estou a tomar um suplemento alimentar contendo sulfato de glucosamina, sulfato de condroitina, manganês, vitamina E e vitamina B6. Neste campo preciso de perceber se necessito de mais algum suplemento que me ajude a evoluir.

Aminha Corrida: Para terminar, qual o próximo desafio? e que conselho dá a quem se quer iniciar no mundo das corridas?

PF: O próximo grande desafio será a corrida na ponte Vasco da Gama em Outubro. Quem sabe os 21 Km. Até lá vou participar na “marginal à noite” e tenho que averiguar que provas existem nestes próximos meses, para me desafiar a mim próprio.

Conselho: Não desistir, mesmo que pareça completamente impossível chegar onde nos desafiamos. Doí tudo, suamos por todo o lado, começamos a pensar em parar na hora, mas Não. A resposta da nossa consciência, da nossa força interior, ao nosso físico, tem que ser: VAIS CONSEGUIR!

 

Muito obrigado 

Rute Vasconcelos.

Exit mobile version