Correr traz benefícios a nível de condicionamento físico e cardiovascular, todavia, esta actividade física pode ser ainda benéfica para a função cerebral, designadamente para a região do hipocampo, responsável pela aprendizagem e memória.

Os testes foram realizados com ratos. Os animais que voluntariamente corriam nas rodinhas tinham maior número de células cerebrais, para além de uma melhor performance em testes de aprendizagem, em comparação com animais que não se exercitavam.

Os investigadores concluíram que os animais fisicamente mais activos apresentavam melhorias ao nível da aprendizagem, mostrando-se capazes de perceber a diferença entre dois estímulos adjacentes idênticos.

Os autores do estudo justificam esta melhoria na capacidade de aprendizagem e memória como consequência de um aumento no crescimento de novas células no hipocampo, visível nos animais que mais se exercitavam.

Outras experiências com os animais têm-se sucedido, o que permite verificar que correr repetidamente aumenta o número de novas células cerebrais no hipocampo.

Fonte: